Buscar
  • As Marias Eventos

Cerimoniais: Muçulmanos e Gregos

Com uma equipe pronta para te ajudar a realizar o seu casamento dos sonhos em todas as etapas, As Marias Eventos, que também são casamenteiras conta com os mais exclusivos fornecedores do mercado para realizar a sua cerimônia, não importa a religião que seja!

Nos posts anteriores mergulhamos nos universos budistas, espiritas, celtas, judaicos e até indianos. Hoje chegou o dia de falar um pouquinho mais sobre os cerimoniais muçulmanos e gregos.

Cerimonial Grego

Um dos casamentos mais emblemáticos e antigos da história é o casamento grego. Religiosamente ortoxo, o dia habitual do casamento grego é sempre realizado ao domingo e de preferência no mês de janeiro, mês da fertilidade e celebração da Deus Hera, mulher de Zeus.

Os convites devem ser sempre entregue em mãos junto com um doce ou uma flor para o convidado.

A cerimônia acontece geralmente em uma igreja ortodoxa. Lá acontece um dos rituais mais bonitos do casamento grego, a troca de coroas, que simboliza a união eterna do casal. Elas são colocadas sobre um tabuleiro de amêndoas e depois de recebidas, o casal troca as coroas um com o outro por três vezes. As amêndoas são distribuídas para as mulheres solteiras.

A cerimônia grega assim como outras é cheia de rituais e tradições como a famosa quebra de pratos. O ato representa o desapego aos bens materiais e ajuda a afastar os maus espíritos.

Outro costume são as danças tradicionais como a Kalamatiano, conhecida como dança do lenço. Os noivos dançam segurando um lenço que os une durante todo o ritual, enquanto os convidados fazendo uma roda, cantam e dançam ao som de canções típicas gregas.

Escrever o nome das madrinhas é outra tradição que as noivas adoram! O primeiro nome que apagar, é quem será a próxima a se casar!

Os noivos não precisam portar nenhum traje típico e a escolha do vestido da noiva e roupa do noivo, pode ser totalmente livre. O mesmo vale para os convidados.

E como todo povo do mediterrâneo adora festejar e comer bem, o casamento grego não poderia ficar de fora. Os pratos são feitos pelas mulheres da família seguindo tradições milenares, sempre acompanhados de carne de cordeiro, azeite, saladas, ervas e grãos.

Os docinhos oferecidos depois do casamento são as famosas koufetas, amêndoas revestidas de açúcar.

Ah e lembre-se, vá com dinheiro, pois reza a lenda que jogar dinheiro sob os noivos, ou colocar as notas na cama do casal, trará fortuna e prosperidade aos pombinhos!

Cerimoial Mulçumano

O casamento muçulmano envolve muitas tradições e rituais que devem ser respeitadas sobre as leis do alcorão. Porém hoje, a cerimônia pode variar conforme a cultura e a região onde este será celebrado.

Entre os muçulmanos é a família do noivo que procura a noiva que seja adequada ao seu filho.

Após esta escolha, é feito um contrato no qual é pago um valor à família da noiva acordado pelas duas partes.

Não existem datas ou horas específicas para a celebração de um casamento muçulmano, porém é proibido se casar durante os dias que procedem o Ramadã e o Pilgrimage. Se casar no dia de Ashura, nono ou décimo dia do primeiro mês do Islão, também está proibido.

A cerimônia geralmente ocorre dentro de uma mesquita celebrada por um sacerdote, porém qualquer homem que siga as leis do Islão está apto a realizar o matrimônio.

Os preparativos da noiva podem durar até dois dias! No primeiro dia é feita uma massagem à base de uma pasta de açafrão, sândalo e óleo de jasmin providenciada pela família do noivo. Tatuagens de henna são aplicadas nas mãos e pés da noiva pelas mulheres solteiras. Após esta cerimônia a noiva só sairá da casa no dia do casamento.

No dia da cerimônia, os noivos são recebidos por muita música, tambores, sherbet, uma bebida adocicada, e dinheiro.

Após a cerimônia o jantar é servido separadamente a mulheres e homens, enquanto a família do noivo festeja à parte. Depois da primeira refeição, os noivos se sentam sob um grande lenço, onde o sacerdote e o casal proclamam algumas orações.

Depois da festa, os noivos vão para a casa da noiva. Porém dormem em quartos separados e a lua de mel só acontecerá no próximo dia, quando a família da noiva trará os presentes ao noivo e os acompanharão para sua nova casa.

Os trajes de um casamento muçulmano devem ser seguidos à risca. As noivas cobrem suas cabeças com um véu que vai até a linha da cintura do vestido, este feito de seda e ornado com uma bela estampa. Muitas jóias e flores também fazer parte do traje da noiva.

Hoje a maioria das noivas acabam optando por tons brancos dependendo da região, mas a cor preferida e tradicional ainda é o vermelho com toques dourados.

O noivo usa um traje de seda brocada e um turbante.

Lembrando que os convidados que não sejam muçulmanos não devem usar trajes decotados ou colados ao corpo.

Esperamos que tenhamos ajudado um pouquinho na sua inspiração para o casamento dos sonhos. Para mais dicas, venha conhecer o espaço de As Marias e fique ligada em nosso blog para mais dicas e novidades!

Posts recentes

Ver tudo